santafe.gob.ar/noticias

O Ministério da Produção e a Embaixada da China avaliaram as potencialidades de um intercâmbio produtivo

Durante o encontro, realizado nesta terça-feira, se estabeleceram os vínculos que possibilitem investimentos chineses na província de Santa Fe.

La provincia Durante o encontro se estabeleceram os vínculos que possibilitem investimentos chineses na província de Santa Fe.

Miércoles 9 de noviembre de 2016 Nesta terça-feira, funcionários do Ministério da Produção receberam, na sede da mencionada carteira, uma delegação da Embaixada da República Popular da China na Argentina, encabeçada por seu Conselheiro Econômico e Comercial, Zhai Chengyu.

Durante o encontro se avaliaram as potencialidades de um intercâmbio produtivo entre ambos os países, dando prioridade à exportação, ao país asiático de produtos como a carne de porco, os legumes e o mel. Também consideraram o aumento da cota de exportação do leite em pó.

A diretora executiva da Agência Santafesina de Investimentos e Comércio Internacional, “Santa Fe Global”, Débora Marini, indicou que, “na reunião transmitimos as potencialidades do tecido produtivo da província e os benefícios do regime de promoção industrial, para eles se instalarem em Santa Fe; além disso os projetos de investimento em infraestrutura com os que contamos e o desenvolvimento de energias renováveis”, falou a funcionária.

O subsecretário de Comércio Exterior, Carlos Braga, asseverou que, “eles vieram conhecer a estrutura produtiva de Santa Fe, a capacidade instalada e os projetos do governo provincial para auxiliar às empresas, tudo isso respeito aos serviços que a província oferece às indústrias que optem por se instalar no território ”.

O funcionário ainda afirmou que, “os representantes chineses se comprometeram a continuar avaliando e estudando as potencialidades de nossa província, com o objetivo de estabelecer vínculos comerciais produtivos que permitam possíveis investimentos do mencionado país na província de Santa Fe”, finalizou Braga.

Da mesma forma, da reunião participou o Secretário da Indústria do Ministério da Produção, Emiliano Pietropaolo.