santafe.gob.ar/noticias

Lifschitz prestou homenagem aos 20 brigadistas santafesinos que colaboraram nos incêndios florestais no Chile

"Estas medalhas são um simples testemunho do reconhecimento de todos os santafesinos por um esforço e compromisso que nos faz bem a todos", disse o governador.

La provincia Lifschitz prestou homenagem aos 20 brigadistas santafesinos que colaboraram nos incêndios florestais no Chile

Martes 14 de febrero de 2017 O governador Miguel Lifschitz recebeu na terça-feira à delegação de 18 bombeiros voluntários santafesinos e dois agentes de Proteção Civil, que colaboraram no Chile durante os incêndios florestais.

"Estou muito orgulhoso de nosso corpo de bombeiros e daqueles que nos representaram no Chile", manifestou o governador e acrescentou que "quando dizemos que temos os melhores Bombeiros Voluntários da Argentina parece que fôssemos vaidosos ou porque nos sobrevalorizamos" mas isso pode se comprovar "quando, como neste caso, o governo federal e o do Chile nos reconhecem essa capacidade escolhendo-nos para representar o país e reconhecendo a qualidade do trabalho desenvolvido".

Lifschitz lhes agradeceu "não só por esses dias em que enchemos de orgulho a todos os santafesinos, senão também por todo o esforço e trabalho realizado ao longo de anos, por ter deixado de lado à família, o trabalho pessoal para servir a outros e cumprir com a vocação de serviço porque todos os dias há situações nas quais os Bombeiros Voluntários de Santa Fe estão presentes cumprindo com sua tarefa".

“Estas medalhas são um simples testemunho do reconhecimento de todos os santafesinos e do governo de Santa Fe por um esforço e compromisso que nos faz bem a todos e nos mostra que quando somos capazes de dar mais do que recebemos estamos contribuindo para fazer uma sociedade melhor".

Os Bombeiros Voluntários que receberam a distinção se uniram à delegação argentina que prestou serviços de contenção e extinção das chamas que causaram grandes perdas florestais, humanas e materiais no vizinho país. A província conta com um grupo de 40 brigadistas especializados em combate ao fogo florestal, que principalmente cumpre tarefas na zona da “cuña boscosa” e cerrado, que se formaram com capacitação, treinamento, especialmente em lugares inóspitos e de altas temperaturas.

A EXPERIÊNCIA
O chefe da Brigada especializada em combate ao fogo florestal, Roberto Sanchez, indicou que "a experiência foi muito boa para a brigada, faz tempo que vínhamos nos preparando para isto e foi a prova de fogo. Afortunadamente todos os brigadistas voltaram sem nenhum tipo de problemas e estamos muito orgulhosos de pertencer à brigada e de ter representado a província de Santa Fe e à República Argentina”.

O chefe de Operações da Brigada, Guillermo Brignioni, recordou que participaram “mais de 685 brigadistas internacionais; e fomos parte desta história, que nos orgulha, mostrando tudo o que a brigada vinha trabalhando”.

Atualmente, a Brigada especializada em combate ao fogo florestal conta com “40 brigadistas, dos quais 20 já estão credenciados pelo programa federal, que foram selecionados para o combate ao fogo neste tipo de terreno”, detalhou Brignioni.

A brigadista Nerina Luques, integrante da Associação Franck, destacou que esta experiência lhes permitiu "aprender muito do trabalho e também em nível pessoal".

No mesmo sentido, Germán Buscher, da Associação Las Flores da cidade de Santa Fe, ressaltou que foi "uma experiência inesquecível, porque é para o que nos vimos preparando faz tempo; e nos serviu muito em nível pessoal para continuar avançando".

“Há quatro anos que sou bombeiro e passei pela brigada aquática, mas gostei mais de  incêndio florestais, porque é a isso que como bombeiros voluntários nos enfrentamos mais frequentemente”, concluiu.

RECONHECIMENTO AO TRABALHO E À DEDICAÇÃO
Por sua vez, o secretário de Proteção Civil, Marcos Escajadillo, salientou que “é uma alegria enorme estar nesse salão Branco para reconhecer o trabalho, a dedicação e também a qualidade humana demonstrada em todos estes dias de intenso trabalho na irmã República do Chile”.

Escajadillo destacou o trabalho conjunto realizado com a Federação Santafesina e os resultados obtidos “com profissionalismo e entrega”. Neste sentido, valorou o acompanhamento dos familiares dos integrantes dos corpos de brigadistas, e mencionou que “sempre que se regressa de situações difíceis se encontram o apoio e a contenção dos seres queridos, os amigos e sobretudo das famílias”.

PRESENTES
Acompanharam o governador no ato, o ministro de Governo e Reforma do Estado, Pablo Farías; o senador pelo departamento La Capital, Emilio Jatón; a deputada provincial, Clara García; o presidente da Federação Santafesina de Associações de Bombeiros Voluntários, Daniel Emmert; o chefe provincial de Bombeiros Voluntários, Daniel Iglesias, autoridades provinciais e municipais, veradores, brigadistas distinguidos e associações de Bombeiros Voluntários da província.